As vantagens da soja fermentada

As vantagens da soja fermentada

Uma das plantas mais presentes em alimentos para humanos e animais, a soja traz ainda mais benefícios para a saúde do organismo quando passa pela fermentação.

A soja é bastante associada à culinária asiática, além de também ser uma ótima alternativa para substituir carnes em dietas vegetarianas e veganas. Mas apesar da sua popularidade, a soja não é tão presente na mesa quanto pensamos, sendo ingerida em pequenas doses diárias. Além disso, ela é pouco consumida na sua forma natural e mais apreciada depois de ter sido processada.

O que é fermentação?

Muito comum em cervejas, vinhos e pães, a fermentação nada mais é do que promover a ação química benéfica de micro-organismos, como bolores, bactérias e leveduras, para ajudar na preservação de alimentos. Sabe aqueles furinhos que aparecem em diversos tipos de queijos? São leveduras, as quais agregam características típicas de sabor, aroma e textura!

O efeito na soja

A soja fermentada vira um probiótico, ou seja, um alimento com micro-organismos vivos que trazem benefícios à flora intestinal. Em relação à soja natural, a fermentada vai trazer mais vantagens nutricionais e proteínas ao nosso corpo.

Ela incentiva a atividade da tripsina no crescimento das crianças, ajudando na digestão de proteínas, estimulando o crescimento, o funcionamento do pâncreas e o fortalecimento dos ossos. Além disso, a vitamina D e minerais essenciais para o desenvolvimento cerebral e do sistema nervoso, como o cálcio, o ferro, o magnésio e o zinco, ganham valor! Isso torna menos necessária a ingestão de outros complementos para obter nutrientes que serão absorvidos em maior quantidade.

A soja na alimentação asiática

Grandes estudiosos de seus ingredientes, os asiáticos sabiam desde os anos a.C. quais as vantagens de fermentar alimentos e com a soja não foi diferente. Hoje é muito difícil encontrar pelos países orientais pratos que sejam preparados com a soja em seu estado natural! O shoyu, o missô, o tempê, o tamari e até o tofu usam soja que passou por alguma alteração química natural, como a fermentação ou a precipitação – redução e solidificação a uma massa rica em proteínas.

Ao contrário do que o Brasil e outros países pensam, a soja não aparece com tanta frequência como um prato principal dos orientais. Peixes e frutos do mar são os alimentos que mais figuram nas refeições japonesas, enquanto os chineses fazem alto consumo de carnes de galinha e de porco. Estima-se que cada pessoa no Japão e na China consuma cerca de 10 ml por dia.

Soja fermentada no dia a dia

As opções de incluir soja fermentada na sua alimentação são inúmeras, desde entradas e saladas, pratos frios e cozidos até sobremesas doces!

Aqui mesmo, no nosso site, você encontra uma variedade deliciosa de receitas com os ingredientes Sakura para experimentar na sua rotina. Inspire-se nos costumes asiáticos e aposte em preparos mais nutritivos para montar sua própria dieta!

Fontes:

http://pat.feldman.com.br/soja-x-soja-fermentada/
https://revistacasaejardim.globo.com/Casa-e-Comida/Reportagens/Comida/noticia/2017/05/entenda-tudo-sobre-fermentacao-dos-alimentos.html
https://www.hierophant.com.br/arcano/posts/view/Health/873

Sem comentários

Insira um comentário